Vacina para gripe vale a pena? Veja como funciona

Vacina para gripe vale a pena? Veja como funciona

22 de abril de 2021 Off Por Editor

Com o início da campanha para a imunização com a vacina da gripe, muitas pessoas voltam a se questionar sobre a necessidade desta vacinação. Afinal, boa parte da população não tem conhecimento sobre o que realmente são as vacinas.

As vacinas são substâncias biológicas desenvolvidas para nos proteger contra doenças, atuando na ativação do sistema imunológico, de forma a ensinar o nosso organismo a reconhecer e combater vírus e bactérias em possíveis casos infecciosos. 

Atualmente, conhecemos diversas enfermidades que podem ser prevenidas por meio destes agentes imunizantes, como o sarampo, a caxumba, a gripe e até mesmo a Covid-19. Ao ser aplicado no corpo a vacina da gripe e contra outras doenças tem como o objetivo estimular o sistema imunológico a produzir anticorpos necessários para evitar o desenvolvimento de tais doenças, caso o indivíduo tenha contato completo com os vírus ou com as bactérias causadoras.

Para que você entenda a importância da vacina contra a gripe, para quem ela é indicada, e outras dúvidas comuns relacionadas a sua vacinação, desenvolvemos este artigo. Continue a leitura conosco e fique por dentro deste assunto!

Para que serve a vacina da gripe?

A vacina para gripe protege contra diferentes tipos do vírus Influenza, responsável pelo desenvolvimento da gripe. Contudo, como o vírus sofre diversas mutações ao longo do tempo, tornando-se cada vez mais resistente, a vacina deve ser refeita todos os anos para proteger contra diferentes formas da doença.

A vacina para gripe é desenvolvida na versão trivalente e quadrivalente. A quadrivalente, normalmente encontrada na rede privada, apresenta 2 subtipos do vírus Influenza (H1N1 e H3N2) e 2 subtipos do vírus circulantes no ano anterior.

A importância da vacina contra a gripe

A vacina é uma forma de resguardar a saúde da população contra doenças que podem ter impacto no sistema imunológico, sendo uma maneira eficaz de blindagem para o organismo contra agentes infecciosos.

Durante o período de pandemia, como o que vivemos atualmente com a Covid-19, a campanha de conscientização da vacina para gripe é uma maneira de diminuir a incidência de casos da doença, assim como facilitar um diagnóstico preciso para o Novo Coronavírus.

A vacinação é fundamental para o controle de doenças graves e é considerada um direito fundamental social, previsto na Constituição Federal, Estatuto da Criança e do Adolescente, e também Estatuto do Idoso

Contudo, muitas pessoas ainda são resistentes em relação à vacinação, por falta de conhecimento ou informações distorcidas a respeito dessa prática. Desta forma, algumas estratégias são utilizadas para que as pessoas conheçam a importância e benefícios de receber a imunização.

A vacina para a gripe é uma das mais seguras e eficientes em relação à prevenção, com estudos que demonstram a redução entre 32% e 45% na necessidade de hospitalização por casos de pneumonias, e 39% a 75% da mortalidade por complicações dessa doença.

Além disso, no período da pandemia do Novo Coronavírus, o processo de vacinação é fundamental para auxiliar na diferenciação entre a gripe e a Covid-19, resguardando também os portadores de doenças respiratórias, grupo de risco para ambas.

Pela importância da vacina para gripe, sua campanha foi antecipada de modo a diminuir as incidências de infectados por Influenza. Consequentemente, minimizando o número de pessoas em prontos-socorros, a transmissão, e melhorando as chances de diagnóstico preciso para a Covid-19.

A vacina para gripe é a mesma para H1N1?

Antes de responder essa dúvida, devemos compreender melhor o que é a gripe comum e a gripe H1N1. A gripe comum é causada pelo vírus Influenza que pode ter diferentes variações devido sua rápida mutação. 

Caracterizada por sintomas como calafrios, febre de 39º C, dores de cabeça, tosse e dores musculares, com duração de uma ou duas semanas. O tratamento para a gripe comum envolve medicações para o alívio dos sintomas, ingestão de líquidos e desobstrução das vias aéreas. 

Já a gripe H1N1 é causada pelo vírus Influenza A H1N1, e seus sintomas são similares aos da gripe comum, contudo, com maior intensidade. Ou seja, ela apresenta febre alta, calafrios intensos, dores musculares, tosse seca e contínua com alta chance de causar complicações respiratórias. 

Sua duração é de uma a duas semanas, e o tratamento é realizado com medicamentos para alívio dos sintomas e, em casos de complicações, antivirais podem ser utilizados. Em relação à vacina para gripe, a imunização para H1N1 está associada às doses. 

Na rede pública, a vacina para gripe é a trivalente, que possui 2 tipos de Influenza A (H1N1 e H3N2) e um vírus para Influenza B. Já a vacina quadrivalente, encontrada na rede privada, possui 2 tipos do vírus Influenza A (H1N1 e H3N2) e dois subtipos da Influenza B.

Qual o grupo prioritário para vacina da gripe?

Na campanha de vacina para gripe, as pessoas que devem comparecer para receber a dose são crianças entre 6 meses até 6 anos, gestantes, puérperas (mulheres que ganharam bebê a menos de 41 dias), povos habitantes de aldeias indígenas e profissionais da área da saúde. Após a imunização dessa população prioritária, serão imunizadas na rede pública:

  • idosos;
  • professores de escolas (públicas e privadas);
  • portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;
  • pessoas com deficiência permanente;
  • forças de segurança e salvamento;
  • forças armadas;
  • caminhoneiros;
  • trabalhadores de transporte coletivo rodoviário;
  • trabalhadores portuários;
  • funcionários de sistema prisional;
  • adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas;
  • população privada de liberdade.

Qual a idade para tomar a vacina da gripe?

A idade para receber a vacina para gripe é de bebês acima de 6 meses até a terceira idade. Para a possibilidade da imunização das pessoas que não estão no grupo prioritário da campanha pública, a vacina para gripe quadrivalente está disponível em clínicas privadas.

A vacina da gripe serve para H1N1 e Covid-19?

Como vimos, a vacina para gripe é aplicada para proteger contra diferentes grupos de vírus da doença, incluindo o H1N1. No entanto, nenhuma delas, seja a trivalente ou a tetravalente, é responsável pela imunização contra nenhum dos tipos de vírus do coronavírus, incluindo o causador da Covid-19. Por este motivo, é preciso realizar a imunização contra às duas doenças.

O que levar para tomar a vacina da gripe?

Para obter a vacina para gripe, basta comparecer até o posto de saúde ou clínica de vacinação com um documento com foto e a carteirinha de vacinação. Contudo, antes é preciso avaliar se você pode ser vacinado naquele período caso esteja recebendo a vacina contra o Novo Coronavírus.

Quando começa a vacinação?

 A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe foi iniciada no dia 12 de abril e vai até o dia 9 de julho. De acordo com o Ministério da Saúde, a campanha de vacina para gripe pretende imunizar 90% dos grupos prioritários, ou seja, um total de 79,7 milhões de pessoas.

Quanto tempo a vacina da gripe leva para fazer efeito?

Após a vacina para gripe, o corpo leva entre 2 a 3 semanas para produzir uma dose segura de anticorpos contra o vírus e ter o efeito esperado de imunização. Além disso, ao obter a vacina a pessoa estará protegida por, pelo menos, um ano. 

Depois desse período recomenda-se nova aplicação. Afinal, os subtipos do vírus da gripe estão em constante mutação, exigindo adequações na formulação da vacina. Da mesma forma, as variantes do agente infeccioso circulam com diferente intensidade de tempos em tempos. Por este motivo as campanhas são anuais.

É possível ter gripe e Covid-19 ao mesmo tempo?

Sim. Algumas pesquisas recentes apontam que, ainda que não seja frequente, uma pessoa pode contrair o vírus da gripe e o Novo Coronavírus ao mesmo tempo. Por seus sintomas semelhantes, isso complica ainda mais o diagnóstico de ambas doenças. Assim como a Covid-19, alguns casos da gripe podem evoluir para pneumonia. Por motivos como este, a imunização contra a gripe é fundamental.

Posso tomar a vacina para gripe e para Covid-19 ao mesmo tempo?

A vacina para gripe pode ser aplicada simultaneamente com outras imunizações. No entanto, para a vacina contra o Novo Coronavírus, o recomendado é que a imunização seja realizada em um intervalo de 14 dias após a aplicação das doses necessárias. Ou seja, caso tenha recebido uma das vacinas, é preciso aguardar 2 semanas antes de receber uma dose da outra.

Posso ficar gripado com a vacina?

Muitos acreditam que a vacina para gripe pode causar a doença. Contudo, isso está relacionado ao tempo de ação do imunizante dentro do organismo da pessoa. Enquanto a vacina ainda não tiver efeito, devido ao tempo para produção de anticorpos é possível que a pessoa seja contaminada pelo vírus durante esse período. 

Depois de 2 a 3 semanas é impossível que a contaminação ocorra. Afinal, as vacinas para a gripe disponíveis no Brasil são inativadas, ou seja, de vírus inativado, e não tem capacidade para desenvolver a doença no organismo.

A vacina da gripe é para todos?

De acordo com o Calendário de Vacinação contra a Gripe em 2021, a vacina é para todos e a campanha deve ser dividida em 3 fases e, como a imunização contra a Covid-19 está em andamento, existe a possibilidade de estender a campanha até agosto nas redes públicas.

Nas redes privadas, a vacina está disponível por períodos maiores. Por isso, é mais fácil adquirir a vacina para gripe em clínicas, visto que não é preciso esperar as 3 fases de imunização, que envolvem:

  • Primeira fase: idosos acima de 60 anos e profissionais de saúde;
  • Segunda fase: portadores de doença crônica não transmissível, pessoas com condições clínicas especiais, profissionais das forças de segurança e salvamento, jovens e adolescentes entre 12 a 21 anos em medidas socioeducativas, caminhoneiros e trabalhadores de transportes públicos, privados de liberdade e povos indígenas;
  •  Terceira fase: crianças entre 6 meses a 6 anos, gestantes, puérperas, pessoas com deficiência, professores e pessoas entre 55 a 59 anos.

Para evitar aglomerações e a espera para a imunização, a vacina para gripe pode ser encontrada em clínicas de vacinação durante todo o ano, permitindo que a pessoa seja vacinada sem a necessidade da espera dos grupos prioritários.

Clínica Croce de vacinação

A vacinação é um assunto sério que não deve ser tratado com negligência. Esse recurso é fundamental para garantir, em todas as fases da vida, a imunização contra uma série de doenças, nos ajudando a ter mais saúde e bem-estar.

Compreendendo a importância da vacina para gripe, a Clínica Croce oferece um calendário completo de vacinação que contempla as principais imunizações para proteger você e sua família contra diversas doenças. Afinal, a prevenção é sempre a melhor estratégia para cuidar da saúde.

Em nossa clínica, você encontrará um ambiente acolhedor e seguro para se imunizar. São mais de 40 anos de experiência que garantiram que a Croce se tornasse referência no segmento. 

Ainda, para instituições como escolas e condomínios, a clínica disponibiliza o serviço in loco, por meio da visita de profissional para sanar dúvidas, conferir carteirinhas e organizar uma campanha de vacinação no local em data e horário mais conveniente para os pacientes.

Segurança e facilidade na vacinação a domicílio

O distanciamento social e a situação da pandemia no Brasil, são fatores que têm gerado grande impacto na queda da cobertura vacinal no país. Muitas famílias estão com receio de irem aos locais de vacinação. 

Essa redução pela procura pelas vacinas é preocupante e vem sendo percebida pelo Ministério da Saúde que alerta para a importância da vacinação mesmo durante a pandemia. 

O país não alcançou a meta para nenhuma das dez vacinas recomendadas pelo Programa Nacional de Imunizações para crianças de até 1 ano esse ano, dado que preocupa os profissionais da saúde.

Segundo a vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, a pandemia de Covid-19 reduziu ainda mais as coberturas vacinais, que já estavam baixas, em todo o país. Enquanto a Covid-19 avança, outras doenças continuam ativas e não podem ser esquecidas.

Se manter imunizado é uma questão de proteção social. Tanto é que, nesse sentido, é concentrada a oferta de vacinas em um curto espaço de tempo, ainda na infância, para facilitar a imunização da maior parte de pessoas ao mesmo tempo, otimizando também o tempo dos pais ao levarem seus filhos para fazer vacinas. 

Todas essas pessoas devem procurar uma forma de receber as doses da vacina de forma segura e independentemente da faixa etária é fundamental ficar atento para quais vacinas você deve tomar. 

Com a impossibilidade ou dificuldade de sair de casa para preservar a própria segurança, são grandes as chances das pessoas não cumprirem o calendário de vacinação como se deve, um fato que já é percebido pelo Ministério da Saúde como mencionamos nas informações acima. 

Contudo, a Clínica Croce disponibiliza o serviço de aplicação de vacinas à domicílio, realizado já há algum tempo antes mesmo do início da pandemia. Pensando no conforto, praticidade, e agora mais do que nunca na proteção do próximo, a clínica leva o serviço de vacinação até casas, apartamentos, condomínios, escolas, e empresas.

Uma enfermeira é responsável por realizar no local em que a vacina foi solicitada uma avaliação das carteiras de vacinação, tirando dúvidas e ajudando na identificação das vacinas que eventualmente possam estar em falta segundo o calendário. E claro, com todas as medidas de segurança recomendadas pela Organização Mundial da Saúde. 

A Clínica então organiza uma campanha de vacinação que poderá ser realizada de acordo com as datas e horários mais convenientes para os solicitantes. Essa alternativa é fundamental para que populações que convivam em grupo não tenham sua saúde prejudicada pelo isolamento social, evitando doenças potencialmente graves como meningites bacterianas, caxumba, herpes zóster, gripe H1N1, hepatites e outras, por meio da aplicação de vacinas à domicílio.

Mesmo com a pandemia em andamento, as outras doenças precisam ser prevenidas e devidamente controladas. A vacinação à domicílio da Clínica Croce não é apenas um delivery de vacinas.

Este é um serviço completo onde levamos a vacina até você, na sua casa e/ou onde você estiver, realizamos a aplicação e damos todas as orientações e cuidados necessários, da mesma forma como se o processo fosse feito em nossas instalações, mas no conforto da sua casa ou local de sua escolha. 

Na leitura de hoje, você pôde conhecer melhor a vacina para coronavírus, entendendo como ela é desenvolvida, sua fabricação, as que estarão disponíveis no Brasil até o momento e a importância de ser imunizado contra o vírus da Covid-19. 

Quer saber como receber a vacina para gripe? Então, faça seu contato com a Clínica Croce por meio do WhatsApp hoje mesmo!