Conheça a Clínica Croce, especialista em infusão na medicina.

Conheça a Clínica Croce, especialista em infusão na medicina.

11 de fevereiro de 2020 0 Por admin

A infusão na medicina, também conhecida como tratamento biológico e TRE – terapia de reposição enzimática, é uma das grandes revoluções registradas na medicina para tratamento de uma série de enfermidades.

Esse tipo de tratamento, de fato, é uma das principais tendências contemporâneas para se lidar com patologias diversas de modo mais humanizado, eficiente e com efeitos colaterais menos nocivos.

Cientistas, pesquisadores e demais profissionais da área médica estão bastante comprometidos em identificarem opções cada vez mais eficazes e de administração prática e segura para prover o melhor tratamento para os pacientes. 

Nesse contexto, a infusão de medicamentos aparece como um recurso de benefícios evidentes. Basicamente, ela consiste na aplicação de medicamentos biológicos, desenvolvidos a partir de engenharia genética, por meio de uma agulha ou de um cateter esterilizado em pacientes que, até então, não estavam obtendo os efeitos desejados com opções mais convencionais de tratamento. 

Além disso, para casos mais complexos e específicos, como os dos pacientes que não conseguem engolir a medicação ou que seus ácidos estomacais possam destruí-la, a infusão medicamentosa é o modo mais assertivo de introduzir no organismo o medicamento e realizar um tratamento eficaz e menos desgastante ao paciente.

Por diferenciais como esses, a comunidade médica percebe que as infusões são elemento essencial do futuro da medicina. Atualmente, já há no mercado infusões com uma ampla variedade de ativos e atuação diversificada para o tratamento de um grande número de patologias. Outras tantas já estão sendo testadas ou passando por processo de aprovação e registro. 

Desse modo, é cada vez mais provável que, quem busca um tratamento moderno, seguro e eficiente, em algum momento, acabe levando em consideração a infusão de medicamentos. Se você está nesse estágio, acompanhe as dicas que apresentaremos no artigo de hoje sobre o que é e como atua a infusão medicamentosa, quais patologias podem ser tratadas com esse recurso e como escolher uma clínica de infusão na medicina. Saiba mais a seguir.

O que é a infusão na medicina?

Você, provavelmente, já ouviu falar na palavra infusão, não é mesmo? No entanto, no uso mais comum e cotidiano, ela está relacionada a chás feitos a partir da imersão de ervas, raízes e folhas que, na tradição popular, ajudam no tratamento de determinadas doenças e de mal-estar. 

No entanto, a infusão na medicina é algo diferente disso. Aqui, trata-se de uma forma de administração intravenosa ou subcutânea de fluidos – como nutrientes e medicamentos – que objetiva tornar viável e potencializar os resultados de tratamentos de saúde, especialmente os casos de patologias de moderados a graves. 

Ainda, em situações nas quais o paciente não consiga tomar um remédio oralmente, em razão de limitações trazidas pela doença ou da atuação dos ácidos estomacais, por exemplo, que podem prejudicar a eficiência do remédio após ser engolido e torná-los ineficazes para determinados casos, a infusão também é uma alternativa importante a se considerar.

Por questões como essas, a infusão medicinal é percebida, muitas vezes, como o modo mais eficaz de administração de remédios e de se obter resultados ainda melhores no tratamento de diversas enfermidades. E, em casos mais específicos, ela atua como o único meio viável de prover o tratamento necessário ao paciente. 

Cabe salientar que esse tipo de tratamento já é disponibilizado em hospitais públicos e privados e também em clínicas privadas especializadas. Naturalmente, ele só será recomendado após uma avaliação detalhada e criteriosa das necessidades do paciente, das opções de tratamentos disponíveis e adequadas para seu quadro, entre outros fatores relevantes.

Entre as formas de utilização das infusões medicinais no tratamento de pacientes, estão: 

  • Terapia imunoestimulante: consiste na utilização de substâncias que potencializam a atividade do sistema imunobiológico do paciente.
  • Terapia de imunoglobulinas: por meio dela, realiza-se a transferência de anticorpos (imunoglobulinas, Ig).
  • Terapia de anticorpos monoclonais: consiste na administração de proteínas específicas que ajudam o sistema imunológico a combater determinado tipo de problema.

A infusão na medicina é algo novo?

A aplicação de fluidos por meio intravenoso possui ampla trajetória. No entanto, a infusão na medicina é resultante de uma série de avanços e evoluções na área da saúde.

De fato, ainda no século 15, quando se “descobriu” a corrente sanguínea, já se tinha conhecimento sobre a possibilidade de injetar fluidos na veia das pessoas de modo a tratar certas patologias. Entretanto, por questões como a precariedade das condições de higiene da época e da falta de conhecimento científico mais consistente, a técnica apresentava, então, sucesso reduzido.

O cenário mudou expressivamente com as guerras mundiais. Nesse momento, as infusões realmente começaram a demonstrar seu potencial. A partir disso, sobretudo após a década de 1970, registrou-se um grande avanço abrangendo fármacos, equipamentos e metodologias. 

E não apenas isso: avanços em áreas como anatomia, fisiologia, microbiologia, química, enfermaria, farmacêutica, engenharia genética, entre outras também possibilitaram que as infusões emergissem como uma forma de tratamento segura e de ponta. 

Desse modo, nos dias de hoje, receber medicamentos por via intravenosa é uma terapia estabelecida e eficiente para o tratamento de diversas patologias. 

Por que esse tipo de tratamento tem sido tão destacado?

Como já é possível perceber, a infusão na medicina apresenta uma possibilidade de tratamento eficiente, humanizada e um meio viável para tratar diversos casos nos quais outras terapias mostraram-se ineficazes ou insuficientes. 

Por exemplo, nos casos de diversas doenças graves ou crônicas, que não apresentam o resultado esperado apenas com antibióticos e outros fármacos orais, ou que esses apresentam efeitos colaterais muito fortes, a infusão medicinal é um meio-chave de prover o tratamento demandado ao paciente. 

Também é importante ressaltar o alento trazido pela infusão na medicina para pacientes com quadros de doenças raras. Essas patologias que, de modo geral, são de difícil diagnóstico e tratamento, por vezes, contavam apenas com cuidados paliativos ou tangenciais, que não atuavam de modo tão abrangente em prol da qualidade de vida e estabilização do problema do paciente. 

Com as infusões de medicamentos, essa situação mudou, e quem tem essas doenças e já lida com tantas dificuldades para conseguir o melhor e mais adequado atendimento, conquistou uma importante e eficiente forma de tratamento para diversas patologias – tais como a Febre Familiar do Mediterrâneo.

Outra vantagem é que é possível administrar um medicamento de modo bastante célere diretamente na corrente sanguínea do paciente, o que pode fazer toda a diferença em situações emergenciais, por exemplo. 

Powered by Rock Convert

O oposto também pode ocorrer: a necessidade de se administrar um remédio lentamente e de modo constante no paciente. Para essas situações, a infusão medicinal também mostra-se como uma aliada, visto possibilitar uma administração do fármaco com volume e velocidade totalmente controlados. Por isso, a infusão tem sido a solução para muitos tratamentos mais complexos, sobretudo pela segurança e pelo controle proporcionalizados durante o processo de administração do medicamento.

O rápido alívio dos sintomas de diversas patologias, como os incômodos característicos da dermatite atópica, por exemplo, é outro benefício trazido por essa abordagem ao paciente. 

Outro motivo que coloca esse tratamento em evidência é que ele possibilita uma boa absorção dos fármacos pela corrente sanguínea, o que favorece o resultado satisfatório ao paciente. 

Vale também destacar que, diferentemente de remédios tradicionais, que são produzidos por meio de síntese química, esses medicamentos são derivados de anticorpos humanos ou de origem animal, modificados em laboratório a partir de engenharia genética e, portanto, são feitos a partir de células vivas, o que favorece uma performance bastante diferenciada em nosso organismo. Desse modo, há diferenciação não apenas na forma de administrar a medicação, como também em sua composição e princípios ativos. 

Por fatores como esses, as infusões medicinais são percebidas como um dos grandes pilares do futuro da medicina. 

Quais são as principais doenças que podem ser tratadas via infusão medicinal?

Comumente, quando se pensa sobre as infusões medicinais, a aplicação para problemas de desidratação é um dos primeiros exemplos que nos ocorrem. No entanto, a aplicabilidade da infusão na medicina é bastante versátil e vasta. 

De modo geral, a infusão de medicamentos ajuda a reduzir ou eliminar certos sintomas característicos das patologias tratadas, a prevenir a ocorrência de novos danos ao organismo, a melhorar a qualidade de vida do paciente e, em determinados casos, a alcançar a remissão clínica do quadro. Ainda, ela possibilita que se provenha um atendimento muito mais humanizado ao paciente, reduzindo ou eliminando, em boa medida, a necessidade de internação para que o paciente receba a medicação e os cuidados demandados por sua doença.

Desse modo, entre as doenças que podem ser tratadas – conforme o caso e a recomendação do especialista – por meio das infusões medicinais, estão:

  • Anemias ferropênicas graves;
  • Artrite idiopática juvenil (AIJ);
  • Artrite psoriásica;
  • Artrite reumatoide;
  • Asma alérgica;
  • Câncer;
  • Colite ou retocolite ulcerativa;
  • Deficiência da mevalonato quinase (MKD);
  • Dermatite atópica;
  • Diversas doenças raras;
  • Doença de Crohn;
  • Doenças autoimunes;
  • Espondilite anquilosante (EA);
  • Espondiloartrite axial;
  • Febre familiar do mediterrâneo (FMF);
  • Granulomatose com poliangiite (granulomatose de Wegener);
  • Insuficiência cardíaca congestiva;
  • Leucemia linfoide crônica;
  • Linfoma não Hodgkin;
  • Lúpus eritematoso sistêmico (LES) ativo;
  • Osteoporose;
  • Osteoporose pós-menopáusica;
  • Poliangiite microscópica;
  • Psoríase em placa;
  • Síndrome da Hiperimunoglobulinemia D;
  • Síndrome Periódica Associada ao Receptor do Fator de Necrose Tumoral (TRAPS);
  • Síndromes Periódicas Associadas à Criopirina (CAPS);
  • Tumores ósseos;
  • Urticária crônica espontânea (UCE).

É importante saber que já há uma série de fármacos atualmente em processo de aprovação, e que, portanto, em breve, outras doenças também poderão ser tratadas por meio das infusões, o que colabora para que a infusão de medicamentos seja uma das principais tendências da medicina para os próximos anos.

Como saber que é hora de buscar uma clínica especializada em infusão medicamentosa?

Há diversas situações que podem levar você a buscar uma clínica especializada em infusão de medicamentos. Entre elas, estão:

  • Você ainda não encontrou o diagnóstico correto para seu problema – na clínica, você poderá receber diagnóstico e fazer o tratamento.
  • Seu tratamento atual não está gerando o resultado esperado.
  • Você sofre com efeitos colaterais de medicamentos administrados via oral.
  • As manifestações de crises e sintomas de sua doença estão piorando ou aumentando de frequência.
  • Você recebeu o diagnóstico de uma patologia que apresenta tratamento por meio de infusão de medicamentos.
  • Você está em busca de um tratamento mais moderno, seguro e humanizado.

Como escolher uma clínica de infusão medicinal?

Nesse momento, é preciso buscar por uma clínica que forneça o ambiente tranquilo e seguro demandado para a administração da infusão. Vale lembrar também de que manusear tais medicamentos demanda cuidados, adoção de protocolos especiais e experiência no manejo relacionado à hipersensibilidade ou até mesmo às reações anafiláticas. Por tudo isso, é crucial encontrar uma clínica especializada nessa área para prover, de fato, um tratamento eficiente e seguro. 

Outro cuidado que se deve ter nesse momento, é verificar se, no corpo clínico, há especialistas em infusões e se a equipe que trabalhará em seu caso será multidisciplinar. Esse detalhe fará toda a diferença para você receber um atendimento mais holístico, integral, humanizado e eficiente. 

Ainda, como em muitos casos você precisará, de tempos em tempos, retornar à clínica para uma nova aplicação da infusão, é importante encontrar aquela na qual você se sinta bem atendido e acolhido desde o primeiro contato. 

Também é essencial observar a estrutura física da clínica de infusão na medicina e se suas instalações são modernas, confortáveis e seguras. Ainda, verificar se a clínica oferece condições de pagamento alinhadas com sua disponibilidade financeira e se atua em parceria com grandes planos de saúde – tais como Porto Seguro, SulAmérica, Bradesco, Amil, Unimed, Petrobras, Allianz, Careplus, Saúde Caixa, Mapfre Saúde, entre outros. 

Por fim, mostra-se também crucial buscar uma clínica que apresente boa imagem e credibilidade no mercado e que tenha experiência e expertise de atuação com tratamentos inovadores, como as infusões medicinais.

Clínica Croce: especialista em infusão na medicina

Localizada na zona oeste de São Paulo, a Clínica Croce é uma das pioneiras na administração de tratamentos por meio de infusão medicamentosa no país.

Com uma renomada equipe médica, formada por especialistas da USP e da UNIFESP, a Clínica Croce oferece, desde 1973, o que há de melhor nas áreas de Alergologia e Imunologia, Endocrinologia, Endocrinologia Pediátrica e Reumatologia, objetivando prover um atendimento humanizado e uma avaliação científica precisa e qualificada.

Desse modo, você encontrará no quadro de profissionais da Croce especialistas bastante qualificados e com expertise na administração e na condução de tratamentos via infusão de medicamentos. 

Por isso, a Clínica Croce é uma referência sólida no segmento de infusões medicamentosas no Brasil. Em nossa clínica, a administração de infusões de medicamentos é realizada em ambiente próprio para essa finalidade, climatizado, confortável e aconchegante, o que ajuda a tornar a experiência mais acolhedora e o menos desgastante possível ao paciente. 

E, para isso, também há a possibilidade de um familiar, por exemplo, acompanhar o paciente ao longo do processo de infusão, o que pode ser essencial para que ele se sinta mais seguro e confiante. É importante saber também que o paciente contará com supervisão médica e de enfermagem, que seguirá todos os protocolos demandados para esse tipo de atendimento, antes durante e pós-aplicação da infusão.

Na Clínica Croce, os tratamentos via infusão medicamentosa é realizado por meio de medicamentos como: Abatacepte (Orencia ®), Ácido Zoledrônico (Aclasta ®, Blaztere ® e Zometa ®), Adalimumabe (Humira ®), Belimumabe (Benlysta ®), Canaquinumabe (Ilaris ®), Certolizumabepegol (Cimzia ®), Denosumabe (Prolia ®, Xgeva ®), Densis, Dupilumab (Dupixent ®), Ferro injetável (Noripurum ®, Ferinject ®), Ibandronato de Sódio (Bonviva ®), Infliximabe (Remicade ®), Mepolizumab (Nucala ®), Omalizumabe (Xolair ®) e Rituximabe (MabThera ®).

Cabe ressaltar que todos eles têm autorização e liberação dos órgãos reguladores relacionados, sendo autorizados pela FDA (Food and Drug Administration) e apresentando registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Naturalmente, com os avanços da medicina e com as novas aprovações, outras infusões poderão ser autorizadas e incluídas como meios seguros e eficientes possibilidades de tratamento.

Agora que você já sabe o que é infusão na medicina e conhece os diferenciais da Clínica Croce, agende já sua consulta inicial com nossos especialistas. Estamos prontos para fornecer o melhor e mais adequado tratamento para você ou sua família.

Powered by Rock Convert