Vacina contra Influenza A/H1N1 chega na Clínica Croce

O Centro de Imunização da Clínica Croce já dispõe da vacina quadrivalente e possui uma equipe de especialistas para esclarecer as dúvidas dos pacientes.

A especialista da Clínica Croce, Dra. Ana Paula Moschione Castro, explica que a vacina é segura e pode apresentar índices de eficácia superiores a 85%.

“Contempla os tipos de Influenza mais frequentes neste ano, incluindo o H1N1 (em todos os tipos da vacina: trivalente e quadrivalente). Pode ser tomada a partir dos 6 meses de idade (trivalente e um fabricante de quadrivalente)  e  a partir dos 3 anos (outro fabricante da quadrivalente)”, informa a médica.

A especialista alerta que são poucas as contraindicações e uma delas é a alergia grave, apenas casos graves de alergia proteína do ovo. Para esses casos, o médico deve ser consultado.

A vacina pode ser aplicada com outras vacinas sem contraindicações.

Casos de H1N1:

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, já foram registrados mais de 45 óbitos por Influenza A/H1N1  em todo o país, 10 mortes a mais do que no ano passado inteiro, quando 36 morreram pelo vírus. Na rede pública, a campanha nacional de vacinação começa no dia 30 de abril e vai até 20 de maio e é destinada a alguns grupos prioritários: crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, idosos, profissionais da saúde, povos indígenas e pessoas portadoras de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade.

Mais informações sobre a Vacina:

Clínica Croce: (11) 3864-2246 / e-mail atendimento@imabrasil.com.br.

Importante: As doses diárias recebidas são limitadas. Fique atento ao Informe H1N1 em nossa fanpage. Lá, estamos informando a todo momento sobre as doses diárias disponíveis da quadrivalente. O atendimento está sendo feito por ordem de chegada.

 

Sobre a Influenza A/H1N1

Trata-se de doença transmitida por um vírus da mesma família que transmite a gripe.

Ela é transmitida de pessoa para pessoa especialmente através de tosse ou espirro. Algumas pessoas podem se infectar entrando em contato com objetos contaminados.

Os sintomas são semelhantes aos da gripe comum: febre alta e tosse, mas em alguns casos também podem aparecer: dor de cabeça e no corpo, garganta inflamada, falta de ar, cansaço, diarreia e vômitos.

Em caso de infecção, o tratamento é feito com remédio por via oral, indicado pela OMS que combate o vírus da Influenza A/H1N1. Outras medidas como repouso, ingestão de líquidos e boa alimentação podem auxiliar na recuperação da sua saúde.

Como se prevenir?

– Cubra sempre o nariz e a boca quando espirrar ou tossir.

– Lave as mãos com frequência com água e sabão porque você pode ter tocado uma superfície que contenha saliva de uma pessoa infectada e ao levar as mãos à boca ou olhos pode se infectar.

– Sempre que possível evite aglomerações ou locais pouco arejados.

– Mantenha uma boa alimentação e hábitos saudáveis.

 

Compartilhe