Especialistas da Clínica Croce comandam aulas na II Jornada de Imunologia Clínica e Alergia da USP

Nos últimos dias 20, 21 e 22 de abril, mais de 400 médicos especialistas, clínicos e pediatras participaram da II Jornada de Imunologia Clínica e Alergia, realizada no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo.
A grade de programação contou com a participação de especialistas da Clínica Croce.

No dia 19, as “estações práticas” antecederam o evento, com temas do dia a dia do especialista como: “Qual o tipo de leite pode ser indicado à criança alérgica?; Como lidar com as alergias?; Que tipo de produto hidratante é recomendado para a pele de uma criança com eczema atópico ou dermatite atópica?”

A Jornada tratou sobre novas abordagens na alergia a medicamentos, realização e interpretação em espirometria, desenvolvimento de habilidades para o diagnóstico e tratamento em alergia alimentar e restauração da barreira cutânea.

O médico alergista e imunologista, Dr. Fábio F. Morato Castro, diretor da Clínica Croce, coordenador da Jornada ao lado do Dr. Jorge Kalil, da USP, coordenou os módulos sobre Alergia Alimentar e apresentou também a conferência sobre os grandes marcos e guinadas de conhecimento na especialidade.

O especialista relatou, com satisfação, os resultados do encontro:

Os módulos que trataram os temas sobre Anafilaxia e sobre Imunoterapia alérgeno-específica foram coordenados pelo médico alergista e imunologista, Dr. Clóvis Eduardo Santos Galvão.

O módulo de anafilaxia contou, também, com a aula da Dra. Alexandra Sayuri Watanabe, sobre “Anafilaxia por venenos de insetos: como identificar o alérgeno, como interpretar múltipla positividade nos testes.

“É muito importante que o paciente procure o especialista para que as causas da anafilaxia sejam investigadas, as quais podem ser desde alimentos, medicamentos, venenos de insetos. Abelhas, formigas e vespas são as principais responsáveis. Uma picada de uma simples formiga pode trazer consequências graves”, alerta a médica.

A Dra. Cristiane de Jesus N. dos Santos ministrou as aulas “Imunoterapia de risco: aeroalérgenos, venenos, alimentos: Estratégias que aumentam a segurança” e “Angioedema sem urticária: causas e investigação diagnóstica”.

No vídeo abaixo, ela comenta os destaques:

A alergista e pediatra Dra. Ana Paula Moschione Castro comenta uma de suas aulas ministradas na Jornada, sobre alergia alimentar.

A médica apresentou, ainda, a revisão do ano sobre “Microbioma e Alergia”.

Outro destaque da programação foi a aula sobre “Urticária Autoimune”, comandada pelo especialista da Clínica Croce, Dr. Leonardo Oliveira Mendonça.

Para a médica especialista da Clínica Croce, Dra. Mariana Machado Forti Nastri, as terapias com vacinas foram um dos importantes destaques da programação.

“Foi um evento muito dinâmico, as palestras foram bem instrutivas, com um conteúdo muito importante para a nossa prática clínica, comentou Dra. Kathya Lury Nabechima, alergista e imunologista da Clínica Croce.

O evento, anual, é uma iniciativa dos Serviços de Alergia e Imunologia do Hospital das Clínicas (HC) e do Instituto da Criança (IC), da Faculdade de Medicina (FM) da USP, do campus de São Paulo e Ribeirão Preto.

 

Compartilhe