Cresce o número de alérgicos no mundo

Cerca de 30% da população, em geral, sofre de algum tipo de alergia, sendo as mais comuns a asma, a rinite e as urticárias. Em entrevista ao jornal A Tribuna, o médico alergologista e imunologista, Dr. Fábio F. Morato Castro, diretor da Clínica Croce, explica quais os fatores que contribuem para esse número cada vez mais crescente no mundo.
O especialista ressalta que, além do fator genético, a vida moderna nas cidades tem contribuído o surgimento de novos casos. Ele explica que nosso organismo em vivido um descompasso com as bactérias presentes no nosso corpo. “Os estudos estão indicando que, por causa das dietas, dos antibióticos, está ocorrendo esse desequilíbrio, que gera doenças e alergias”, afirma o médico.

Confira a reportagem, na íntegra.

Compartilhe