O que é um alergologista pediatra?

O que é um alergologista pediatra?

5 de outubro de 2020 0 Por Editor

Você sabe o que é um alergologista pediatra? Com o aumento da frequência de doenças alérgicas especialmente em crianças, este profissional tem desempenhado grande importância para seu diagnóstico e tratamento. 

Com uma ampla gama de exames disponíveis para a identificação de alergias, é importante que profissionais especializados sejam capacitados a fim de indicá-los, realizá-los e interpretá-los de forma correta. 

Entre as principais doenças tratadas por um alergologista pediátrico estão a rinite alérgica, asma, reações alérgicas relacionadas à alimentos, dermatites atópica e de contato, reações a medicamentos e picadas de insetos. 

Este profissional também é responsável por estudar problemas no sistema imunológico, que muitas vezes se apresenta pouco funcionante ou hiperfuncionante no período da infância. Por esse motivo, no artigo de hoje você vai saber o que é um alergologista pediatra, quais as principais doenças tratadas por ele e qual o melhor momento de procurar atendimento deste especialista para seu filho. Continue a leitura para não perder nada!

O que faz um alergologista

O médico alergologista é o especialista em clínica médica responsável por estudar as doenças alérgicas e demais causas de disfunções do sistema imunológico, que comprometem as defesas do organismo. 

Ele é treinado especificamente para conduzir e interpretar testes e procedimentos diagnósticos e terapêuticos em pacientes com doenças alérgicas. Este profissional também atua na prevenção dos agentes externos que causam a doença, e conta com experiência em terapias imunológicas e fármacos apropriados para cada paciente.

As alergias estão se tornando cada vez mais frequentes na realidade da população mundial. Fatores como a poluição crescente, aumento do número de ácaros e a péssima qualidade do ar em que vivemos podem desencadear quadros alérgicos.

Dessa forma, a rinite já é considerada a alergia mais prevalente entre os brasileiros. A asma é um outro problema global de saúde pública que afeta a qualidade de vidas, e prejudica o período produtivo, podendo resultar em absenteísmo ao trabalho e à escola, quando acontece em crianças.

Devemos ressaltar que muitas doenças alérgicas, quando não diagnosticadas e tratadas de forma rápida, podem levar o indivíduo à morte. Por esse motivo, contar com o auxílio de um médico alergologista é fundamental para o correto manejo da doença e prevenção de morbidade e mortalidade das pessoas afetadas.

O alergologista é o médico habilitado para realizar o tratamento clínico de doenças de origem alérgica. Este profissional se dedica tanto ao tratamento como à prevenção de inúmeras doenças relacionadas à esse assunto.

Ainda que as alergias respiratórias, como a rinite, sejam as mais lembradas, as alergias alimentares e oftálmicas também estão na lista de problemas de saúde que o especialista se dedica a tratar. Contudo, o papel do alergologista não pode ser limitado ao diagnóstico de alergias. Afinal, o tratamento e gerenciamento das doenças também são conduzidos pelo profissional.

O médico alergologista atua complementando outros profissionais da saúde de modo a oferecer um tratamento mais completo aos pacientes e a consequente melhora de sua qualidade de vida. 

Além disso, ele atua diretamente na educação dos pacientes e familiares com valiosas informações sobre a prevenção de crises, convivência com uma doença alérgica e como ter conforto no dia a dia. 

Esse auxílio inclui técnicas para a prevenção de quadros alérgicos, uso de imunoterapia e dicas para evitar fatores alérgenos e fazer controle ambiental, com o objetivo de promover o bem-estar do paciente e a continuidade de suas atividades e compromissos diários.

Diferença entre alergista e alergologista

Com o aumento da incidência das doenças alérgicas e da conscientização a respeito da necessidade do tratamento correto delas, alguns termos que eram então desconhecidos pela maior parte da população passaram a fazer parte das mídias, redes sociais e pautas de discussões com maior frequência. 

Imunologia, dermatite, infusões de medicamentos e vacinas são alguns eles. Outros nomes já são mais debatidos, mas ainda geram dúvidas, como aqueles que estão relacionados aos profissionais da medicina especializados no diagnóstico e tratamento dessas doenças.

Afinal, qual a diferença entre o alergista e o alergologista? Os dois termos dizem respeito ao especialista que deve promover o tratamento de pessoas acometidas por algum tipo de alergia

Contudo, a diferença é sutil. Estes profissionais são capacitados e especializados para descobrir os fatores relacionados ao quadro e também para proceder com o tratamento necessário na proteção a saúde do paciente contra os transtornos alérgicos.

O alergista é o profissional especializado em tratar todos os tipos de alergias. Já o alergologista, além de ser habilitado para diagnosticar e tratar doenças alérgicas, também concluiu um período de especializado em residência na área de Alergia e Imunologia, passando por um treinamento em clínica geral e/ou pediatria.

A alergologia surgiu pela necessidade de um estudo mais aprofundado sobre alergias, tema tão relevante no momento atual, em que estamos sujeitos diariamente a fatores como o aumento da poluição e de agentes causadores dessas doenças.

O que é um alergologista pediatra 

Antes de conhecermos as principais doenças alérgicas que acometem crian.as devemos entender o que é um alergologista pediatra. Afinal, a alergia e imunologia pediátrica trata-se de uma subespecialidade da medicina que investiga e trata as doenças que estão relacionadas ao sistema imunológico em criança. Incluindo alergias de imunodeficiências primárias, associadas a fatores hereditários e genéticos do sistema imunológico.

Principais doenças alérgicas que acometem crianças

Sabendo o que é um alergologista pediatra e qual a sua especialidade e área de atuação, é hora de conhecer as principais doenças alérgicas presentes em crianças que este profissional mais diagnostica e trata em sua clínica. 

Asma

Durante a primavera o pólen das flores e gramíneas são carregados pelo vento, tornando-se agentes causadores das crises de asma, doença crônica que não apresenta cura. 

A asma é uma doença caracterizada pela inflamação de vias aéreas, e mesmo que suas causas não sejam definidas, sabe-se que provavelmente são decorrentes da combinação de fatores genéticos e ambientais. 

É na asma que os brônquios ficam inflamados, principalmente quando entram em em contato com fatores desencadeantes que dificultam a respiração, como poluição, ar frio, poeira, e fumaça de cigarro.

Na primavera a tendência aumenta para que crianças sofram com crises mais frequentes. Ainda que o tratamento seja feito sob orientação médica, com uso de medicamentos controlados para alívio e prevenção do aparecimento dos sintomas, eles podem estar presentes. Os sintomas mais comuns da asma, são:

Powered by Rock Convert
  • falta de ar;
  • chiado no peito;
  • sensação de aperto no peito;
  • dificuldades para respirar;
  • tosse.

Seu tratamento envolve o uso de broncodilatadores e corticóides inalados para melhorar a inflamação dos brônquios. Contudo, atualmente, já existem medicamentos imunobiológicos para os casos mais graves, como vacinas.

Rinite alérgica

Sabendo o que é um alergologista pediatra, é possível perceber que ele pode ser o responsável pelo tratamento desta doença. A rinite alérgica tem como sintomas coceira no nariz, olhos e garganta. Mais comum em crianças, a rinite alérgica e é desencadeada por ácaros, pólen, e epitélios de animais. A variação climática da primavera e poluição acabam piorando os sintomas. 

Sabe-se também que uma pessoa com rinite é geneticamente predisposto se um dos pais tiver a alergia, aumentando as chances em até 30%. Caso os dois pais possuam a rinite alérgica, a criança tem até 80% de chances de também desenvolvê-la. Entre os principais sintomas da rinite, estão:

  • coriza;
  • espirros;
  • coceira no nariz, olhos e garganta.

O tratamento da rinite alérgica é feito de acordo com os sintomas envolvidos e sua frequência. Para tratar condições que presentes somente nas crises, utiliza-se anti-histamínicos. 

Já em casos mais persistentes, é preciso que o tratamento seja realizado de forma contínua, com corticóides nasais, ou imunoterápicos. Além disso, lavagem nasal com solução fisiológica pode ser uma forma de alívio contra o desconforto. 

Dermatite atópica

A dermatite atópica é uma doença alérgica que causa inflamação da pele, geralmente por uma predisposição genética na qual há excesso de produção de anticorpos IgE. Isso resulta em uma reação exagerada da pele quando a criança entra em contato com substâncias alergênicas. Seus sintomas incluem coceira, vermelhidão e descamação da pele de todo o corpo, não necessariamente nas regiões que tiveram contato com a substância alergênica.

Dermatite de contato

Na dermatite de contato, ao contrário da atópica, as crianças apresentam lesões nas áreas do corpo que tiveram contato com fatores aos quais são alérgicos, como tecidos, produtos de higiene e limpeza ou pelos de animais.

Otite

A otite é caracterizada pela infecção dos ouvidos. Essa doença alérgica é uma das mais comuns entre as crianças, fazendo com que os pais procurem atendimento médico com grande frequência para diagnóstico e alívio dos sintomas.

Rinite alérgica

Essa alergia consiste em uma inflamação crônica da membrana mucosa que reveste as vias nasais. Quando a criança é exposta v aos fatores alérgenos que provocam uma reação enfrenta uma série de sintomas, que incluem a respiração pela boca, rinorreia, falta de olfato espirros, coriza, coceira nos olhos e gargantas, entre outros.

Sinusite

A sinusite é a inflamação dos seios paranasais, localizados no rosto da criança. Essa infecção é frequentemente desencadeada por quadros de rinite alérgica, fazendo com que os pequenos passem por extremo desconforto.

Urticária

Sabendo o que é um alergologista pediatra podemos associar o tratamento de urticárias em crianças a ele. Afinal, esse tipo de alergia é desencadeado pela ingestão de alimentos ou medicamentos, e muitas vezes aparece e desaparece sem motivo aparente. Pode resultar em lesões na pele, coceira e protuberâncias avermelhadas na superfície da pele.

Dicas para prevenir doenças alérgicas

Visto o que é um alergologista pediatra e as principais alérgicas tratadas por ele, é importante saber também como essas complicações podem ser evitadas com pequenas mudanças de hábitos em nosso dia a dia. Algumas ações práticas, são:

  • utilizar capa impermeável no colchão;
  • evitar travesseiros de plumas;
  • evitar produtos de limpeza com fortes odores;
  • retirar objetos e itens que acumulam poeira de sala e quarto;
  • utilizar aspirador de pó e pano úmido na casa;
  • evitar animais domésticos dentro de casa;
  • manter casa arejada e ensolarada, com janelas abertas;
  • evitar vazamentos e umidade;
  • evitar tapetes, carpetes e móveis estofados;
  • utilizar capas impermeáveis nos travesseiros;
  • lavar roupas de cama semanalmente;
  • evitar cobertores de lã;
  • evitar cortinas pesadas;
  • manter as vacinas em dia conforme o calendário de vacinação;
  • evitar ambientes fechados sem ventilação;
  • reforçar a limpeza de casa;
  • evitar pelúcias em cima da cama;
  • praticar exercícios regularmente.

Quando procurar um alergologista pediatra

Sabendo o que é um alergologista pediatra, os pais devem procurar estes profissional para bebês e crianças de qualquer idade. Diferentes de alergias no início da infância, algumas reações a medicamentos e alimentos podem provocar graves reações na criança, assim como picadas de alguns insetos. 

Um exemplo comum para pessoas que buscam a ajuda deste profissional é a alergia à proteína do leite em bebês, que podem ter complicações pela falta de diagnóstico adequado por um profissional. 

Essa alergia pode ser desenvolvida mesmo pela amamentação da mãe, dificultando que os pais possam notar o fator das reações. Além das alergias alimentares, complicações relacionadas as vias respiratórias também são frequentes e devem ser diagnosticadas assim que possível. 

Crianças que frequentam creches e berçários na idade inicial geralmente apresentam estes problemas com mais frequência, visto que nesta idade há maior facilidade para adquirir infecções virais como essas.

Caso você tenha observado algumas manifestações alérgicas em seu filho ou criança que esteja sob sua responsabilidade, você deve procurar um médico imediatamente. Agora que você sabe o que é um alergologista pediatra, buscar o auxílio deste profissional é a melhor forma de garantir uma boa avaliação do quadro clínico, assim como exames qualificados que possam ajudar na investigação detalhada dos sintomas sempre que necessário. 

Com sua qualificação e conhecimento, o profissional poderá reunir os elementos necessários para realizar um diagnóstico correto, iniciando o tratamento adequado de forma rápida, seja ele para alergias respiratórias, alimentares, cutâneas, medicamentosas ou oculares. 

Em relação à estas doenças de fatores imunológicos, a avaliação de um especialista é fundamental para que o tratamento seja rápido e a recuperação da criança possa também ser tranquila e sem demoras. Busque agendar uma consulta com um alergologista pediatra ao identificar algum destes sintomas:

  • asma grave, doença autoimune ou doença do colágeno;
  • efeito adverso à vacina BCG ou infecção por micobactéria;
  • fenótipo clínico sugestivo de síndrome que seja associada a alguma imunodeficiência;
  • histórico familiar de imunodeficiência;
  • episódios repetidos de infecções intestinais como diarreia ou giardíase;
  • 2 ou mais pneumonias em 1 ano;
  • 4 ou mais otites em 1 ano;
  • estomatites repetidas ou com mais de 2 meses de duração;
  • abcessos repetidos ou inflamações na pele;
  • episódios de infecção grave, como meningite, sepse ou osteoartrite.

Alergologia na Clínica Croce

Na Clínica Croce, contamos com um corpo médico que contempla especialistas de diversas áreas, incluindo a alergologia e imunologia. A clínica de imunologia é uma das mais conceituadas do país e disponibiliza alergologistas com ampla experiência e prontos para fornecerem o atendimento qualificado e humanizado que o paciente necessita.

A clínica conta com estrutura, equipamentos e metodologias modernas para dar o suporte necessário. O corpo clínico da Croce está preparado para prestar atendimento qualificado e especializado, por meio de exames, testes, consultas, diagnósticos e encaminhamento de tratamentos diversos, trazendo muito mais conforto para os seus pacientes.

Realizar um diagnóstico preciso é essencial para diminuir a sensibilidade aos fatores alérgenos que a ocasionam, proporcionando assim melhores resultados ao tratamento dos pequenos pacientes.

Ainda que existam medidas que de promover maior qualidade de vida, como a limpeza e aspiração do ar, prática de exercícios e adoção de uma alimentação saudável,a criança que desenvolve a doença alérgica pode ter um padrão genético que foi herdado, favorecendo o seu desenvolvimento.

Mesmo que que não seja possível evitar essa predisposição atualmente com as possibilidades que a medicina apresenta, como curar todas as doenças alérgicas, é possível realizar um tratamento eficiente tão logo apareçam os primeiros sintomas e manifestações das doenças, evitando assim que elas se agravem e prejudiquem a rotina das crianças.

Agora você já sabe o que é um alergologista pediatra e pôde conhecer as principais doenças e tratamentos relacionados à alergias em crianças e adolescentes pelos quais ele é responsável. Fundamental para a saúde e qualidade de vida de muitas crianças, este profissional ajuda a aliviar sintomas que variam desde crises de espirros, de asma ou irritações na pele, até os mais graves, que afetam o dia a dia de seus pacientes, mesmo aqueles que ainda estão na primeira infância.

Este conteúdo foi útil? Então, confira também o que um médico imunologista pode fazer por sua saúde!

Powered by Rock Convert