As principais doenças tratadas com infusões medicinais

As principais doenças tratadas com infusões medicinais

25 de agosto de 2019 0 Por admin

A terapia biológica, realizada por meio das chamadas infusões medicinais, é considerada um grande avanço para o tratamento de uma série de doenças, sobretudo para problemas em níveis moderados e graves.

As infusões são medicamentos produzidos por meio de engenharia genética que apresentam possibilidades de tratamentos mais precisas e humanizadas aos pacientes, além de efeitos colaterais menos nocivos em muitos casos.

A comunidade médica percebe nelas uma parte fundamental do futuro da medicina. Hoje, há infusões com diversas substâncias ativas para o tratamento de variadas doenças. No entanto, tantas outras já estão em fase de testes ou aguardando aprovação e registro nos órgãos responsáveis. Assim, as infusões medicamentosas são uma grande esperança para pacientes que sofrem de doenças que afetam substancialmente seu bem-estar e sua qualidade de vida.

Neste artigo, compreenda um pouco mais sobre a inovação trazida pelas infusões de medicamentos e conheça as principais doenças que já estão sendo tratadas atualmente por meio desse recurso. Acompanhe a seguir.

Como funcionam as infusões medicinais?

As infusões medicinais são medicamentos biológicos administrados via injeção subcutânea, permitindo o fornecimento de fluidos em volumes e taxas precisas. No entanto, aqui, além do tipo de aplicação, também a composição do medicamento é diferenciada, visto ele ser fruto de diversas pesquisas e aperfeiçoamentos realizados via engenharia genética, sendo derivada de anticorpos humanos ou de origem animal, modificados em laboratório genético e revolucionando as opções de tratamentos até então disponíveis por sua efetividade, segurança, potencial de atenuar sintomas realmente incômodos e de proporcionar mais qualidade de vida ao paciente.

É importante ressaltar que, em muitos casos, as infusões medicinais são a única forma efetiva de tratamento, sobretudo no contexto de doenças com nível moderado ou grave de avanço.

Powered by Rock Convert

Por tudo isso, elas estão entre as grandes apostas da medicina para o tratamento de um número cada vez maior de doenças de modo mais eficiente, seguro, humanizado e cômodo ao paciente.

Infusões medicinais e as principais doenças tratadas por elas

A seguir, conheça algumas das infusões de medicamentos mais comuns disponibilizadas em hospitais, clínicas e consultórios especializados e quais são as principais doenças podem ser tratadas por elas.

  • Infusão de Xolair® (Omalizumabe)

    A infusão contém omalizumabe, um tipo de anticorpo monoclonal humanizado desenvolvido a partir de uma linhagem de células de mamíferos por meio de engenharia genética. Ela é recomendada para casos de asma alérgica persistente moderada a grave e de urticária crônica espontânea (UCE).

    Tal infusão atua de modo a diminuir as exacerbações causadas pelas condições e melhorar a qualidade de vida do paciente, por meio da redução de sintomas característicos.

    1. Asma alérgica

      A asma alérgica, também conhecida como asma induzida por alergia, é uma condição bastante comum e que não tem cura, mas que pode ser controlada. Ela afeta entre 50% e 70% dos pacientes com quadro de asma, de acordo com informações do relatório Global Strategy for Asthma Management and Prevention 2018.

      Pacientes com essa condição apresentam uma reatividade exagerada a estímulos como partículas alergênicas, irritantes, poluentes, entre outros. Ela pode impactar expressivamente na qualidade de vida e na rotina de seus portadores, gerando sintomas como falta de ar, tosse, chiado no peito e dificuldade para dormir e realizar algumas tarefas cotidianas. Ainda, com frequência, essa condição gera comorbidades, incluindo rinossinusite crônica com pólipos nasais e rinite alérgica.

      Para casos de asma alérgica persistente moderada a grave tanto em adultos quanto em crianças a partir de 6 anos de idade  e cujos sintomas não puderam ser controlados por meio de corticosteroides inalatórios (CI) a infusão mostra-se como uma opção viável e eficiente de tratamento.

      O medicamento funciona realizando um bloqueio da imunoglobulina E (IgE), substância que é produzida pelo nosso organismo e que exerce influência expressiva nos quadros de asma alérgica.
    2. Urticária crônica espontânea (UCE)

      A urticária crônica espontânea anteriormente conhecida como urticária crônica idiopática é uma condição autoimune que acomete cerca de um milhão de pessoas no Brasil. Sintomas como lesões avermelhadas e inchaço e coceira intensa na pele são característicos da doença e podem levar a problemas para dormir e à redução do convívio social do paciente.

      A patologia é mais recorrente entre o público dos 20 aos 40 anos, sendo mais comum entre mulheres. Ela é caracterizada pela ocorrência diária ou quase diária de urticas e/ou angioedema por mais de seis semanas, sem que o problema seja estimulado por fatores externos tais como alimentos e produtos de limpeza , diferentemente do que ocorre em casos tradicionais de urticária.

      A infusão Xolair® é recomendada para adultos e jovens a partir de 12 anos que apresentem quadro de urticária crônica espontânea e que não tenham apresentado resultados satisfatórios com o tratamento com anti-histamínicos H1.

      Aqui também o medicamento biológico atua fazendo o bloqueio da substância IgE, ajudando a diminuir os sintomas da urticária, tais como coceira e surgimento de lesões.

      Cabe ressaltar que, antes de começar esse tipo de tratamento, o médico responsável realizará exame de sangue a fim de medir seu nível de IgE. Essa informação ajudará o profissional a determinar a quantidade necessária e a frequência de aplicação do medicamento, levando em consideração também fatores como o peso do paciente.
  • Dupixent® (Dupilumab)

    Essa infusão contém a substância ativa dupilumab, um anticorpo monoclonal tipo de proteína especializada  totalmente humano produzido em laboratório a partir de tecnologia de ADN recombinante e que inibe a sinalização IL-4/IL-13, que está relacionada aos sintomas da dermatite atópica.

    Tal medicamento é recomendado para casos moderados a graves de dermatite atópica e para quando a doença não é controlada de modo adequado com as terapias tópicas ou em que elas não são aconselháveis. Ele favorece a redução de manifestações como coceira, dor, comichões e ansiedade e distúrbio de sono associados à condição.

    1. Dermatite atópica

      Também conhecida como eczema atópico ou atopia, essa condição inflamatória não contagiosa é crônica e causa lesões na pele e intenso prurido. Essa doença, sobretudo nos níveis de gravidade moderado a grave, afeta bastante a autoestima e a qualidade de vida do paciente, que tem dificuldades em realizar tranquilamente ações básicas como tomar banho, escolher uma roupa (levando em conta a aparência das lesões) e dormir, além de atividades sociais e produtivas como estudar e trabalhar.

      Seus sintomas característicos incluem pele seca e coceira, descamação, vermelhidão, inchaço e lesões na pele e impactam a vida de 3% da população adulta, de acordo com levantamento divulgado pela Global Epidemiology and Risk Factor.

      Para pacientes acima de 12 anos de idade com casos moderados a graves, a infusão medicamentosa Dupixent® é a opção de tratamento mais eficiente para controle dos incômodos sintomas apresentados pela patologia. O medicamento atua inibindo o principal mecanismo que desencadeia o processo inflamatório característico da dermatite atópica, evitando, dessa forma, que o paciente desenvolva lesões e coceira na pele.  Em ensaio clínico o remédio biológico demonstrou resultados bastante positivos, como a diminuição de 75% da coceira em dois terços dos pacientes no período de 16 semanas.
  • Infusão de Remicade® (infliximabe)

    Infusão contendo a substância infliximabe e recomendada para níveis moderados a graves de problemas como doença de Crohn, retocolite ulcerativa, espondilite anquilosante, artrite psoriásica, artrite reumatoide e psoríase em placa, a fim de ajudar a diminuir a atividade inflamatória característica desses quadros.

    Nesse grupo de doenças, o sistema produz uma quantidade maior de uma substância chamada fator de necrose tumoral alfa (TNF-alfa). E esse excesso leva o sistema imunológico a atacar o tecido saudável ocasionando uma inflamação. Desse modo, o bloqueio do TNF-alfa realizado pela infusão ajuda a diminuir a inflamação.

    1. Artrite reumatoide

      Trata-se de uma doença inflamatória crônica das articulações que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), acomete uma a cada 100 pessoas preponderantemente do público feminino.

      Entre seus sintomas característicos estão dor, rigidez matinal nas articulações, dificuldade de movimento e fadiga. Em casos mais adiantados ou sem o tratamento adequado, podem ocorrer deformidades, incapacidade e perda de movimentos.

      Por sua vez, o tratamento com a infusão ajudará a reduzir os sintomas e incômodos gerados pela doença, a prevenir lesões nas articulações e a melhorar de modo geral a função física do paciente.
    2. Espondilite anquilosante

      Essa é uma patologia inflamatória da coluna. Suas manifestações podem iniciar por meio de dor persistente nas costas ou, em casos mais graves, com comprometimento dos olhos (uveítes), do coração (doença cardíaca espondilítica), dos pulmões (fibrose) ou intestinos (colite). A doença causa dor e pode levar à incapacidade física, além de gerar grande prejuízo à qualidade de vida do paciente.

      A espondilite anquilosante geralmente aparece entre o final da adolescência e os 40 anos do paciente. Vale salientar que esse não é um problema tão comum  há estimativas de que ele atinja entre 0,5% e 1% na população geral.

      Para seu tratamento, a infusão de Remicade® ajudará a diminuir os incômodos e sinais da doença, a melhorar a amplitude de movimentos do paciente e a melhorar sua função física de forma abrangente.
    3. Artrite psoriásica

      A artrite psoriásica é um problema inflamatório das articulações acompanhado por psoríase. Trata-se de uma patologia crônica que, por suas características, afeta a pele e as articulações do paciente. Dor e inflamação nas articulações, lesões e coceira na pele estão entre seus sintomas. Já nos quadros mais graves pode haver situações de mutilação, atingindo áreas como os dedos das mãos e dos pés, joelhos, tornozelos e quadris.

      Esse problema é mais recorrente entre pessoas na faixa dos 30 a 50 anos, sendo que, comumente, a psoríase é a condição que aparece antes da artrite.

      O medicamento Remicade® ajuda a diminuir significativamente os incômodos e sinais da doença, a reduzir dor e inchaço na região das articulações, a melhorar o quadro de psoríase e a função física do paciente.
    4. Psoríase em placa

      Esse é o tipo mais comum de psoríase representando cerca de 90% dos casos da doença. Trata-se de um tipo de patologia crônica e inflamatória da pele, que manifesta-se geralmente por meio de lesões no couro cabeludo, nos cotovelos e joelhos.

      A psoríase em placa pode surgir em qualquer faixa etária, sendo mais comum a partir dos 30 anos de idade.

      A infusão de medicamento Remicade® favorecerá a diminuição dos incômodos e sinais da doença e a melhora da qualidade de vida do paciente.
    5. Doença de Crohn

      A doença de Crohn é uma condição inflamatória intestinal que acomete alguns segmentos do tubo digestivo (íleo, cólon e região perianal). Ela se dá quando células imunologicamente ativas do sistema atacam o aparelho digestivo do paciente.

      A patologia ainda pode levar a manifestações oftalmológicas, dermatológicas e reumatológicas, sendo que seus sintomas mais comuns são diarreia, cólica abdominal, perda de peso, enfraquecimento e febre. O problema geralmente inicia entre a segunda e terceira década de vida, mas pode afetar pessoas de qualquer idade.

      O tratamento com a infusão medicamentosa ajudará a diminuir os incômodos e sinais da doença, a induzir a cicatrização do tecido intestinal, a diminuir a quantidade de drenagens de fístulas e a melhorar o bem-estar e a qualidade de vida do paciente.
    6. Colite ou retocolite ulcerativa

      Condição inflamatória do intestino, é incurável e mais comum entre pessoas na faixa dos 30 aos 40 anos. Entre seus sintomas característicos, podemos citar diarreia, comumente com sangue ou pus, cólicas abdominais, anemia, cansaço e perda de peso. No caso de crianças, há também o baixo desenvolvimento infantil. 

      A infusão ajudará a  diminuir os incômodos e sinais da doença, a induzir e fazer a manutenção da remissão da doença e a cicatrização da mucosa, a diminuir ou mesmo eliminar a necessidade de uso de corticosteroides, a reduzir as possibilidades de remoção do intestino grosso e a melhorar a qualidade de vida do paciente.
  • Infusão de Prolia® (Denosumabe)

    Essa infusão contém denosumab, um tipo de proteína que interfere na ação de outra proteína, com o objetivo de tratar a perda óssea e a osteoporose e a manter a resistência óssea reduzindo as chances de ocorrências de fraturas. Portanto, sua substância ativa ajuda a diminuir a reabsorção óssea e favorece o aumento da massa e a resistência dos ossos do paciente.

    Ela é indicada sobretudo para casos de osteoporose em mulheres no estágio de pós-menopausa, homens em geral e de perda óssea em pacientes submetidos a tratamentos de câncer de próstata ou de mama que ocasionam a redução hormonal.

    1. Osteoporose

      Essa doença impacta a vida de cerca de 10 milhões de pessoas no Brasil e, com a tendência do envelhecimento populacional, a expectativa é de que esse número também cresça. A osteoporose é conhecida como uma doença silenciosa que fragiliza os ossos e que, muitas vezes, não apresenta sintomas mais evidentes enquanto vai avançando de fato, em boa parte dos casos, seu portador só sente dor quando apresenta a fratura. A patologia torna os ossos porosos e frágeis, elevando os riscos de fraturas e outros incidentes, impactando bastante no cotidiano e na autonomia do paciente.

      Por meio do tratamento com a infusão, busca-se melhoria da densidade mineral óssea (DMO), a redução da incidência de fraturas e a melhora da qualidade de vida do paciente.

Clínica Croce: uma referência nos tratamentos com infusões medicamentosas

A Clínica Croce é uma das pioneiras e referências reconhecidas em termos de tratamentos por meio de infusão de medicamentos no Brasil.

Fundada em 1973, a clínica dispõe em sua equipe médica de especialistas da USP e UNIFESP, com expertise e amplo conhecimento quanto ao funcionamento e à aplicação das infusões.

Além disso, todo o time de atendimento e o corpo clínico estão preparados para prestar um atendimento humanizado e acolhedor ao paciente.

Os tratamentos com infusões de medicamento são administrados em ambiente próprio para isso, climatizado, confortável e com todos os recursos necessários para uma experiência tranquila ao paciente, que será acompanhado por profissionais durante todo o procedimento.

E então, agora que você já sabe mais sobre as infusões medicinais, que tal agendar uma consulta com um especialista da Clínica Croce para buscar o melhor tratamento para você? Inicie já seu atendimento e melhore sua qualidade de vida.

Powered by Rock Convert