Alergistas lançam campanha pela liberação da venda de adrenalina autoinjetável no Brasil

Você sabe o que é anafilaxia? Trata-se uma reação alérgica sistêmica, grave e rápida, desencadeada geralmente por um alérgeno (alimento, medicamento, venenos de inseto, etc.), e se caracteriza pela diminuição da pressão arterial, taquicardia, alterações respiratórias, acompanhada ou não de edema da glote e urticária.

A reação anafilática pode ser provocada por quantidades minúsculas da substância alergênica. O tipo mais grave de anafilaxia — o choque anafilático — pode ocasionar a morte, devido à falência cardiocirculatória, caso o paciente não seja socorrido a tempo.

Em uma crise anafilática deve-se aplicar adrenalina intramuscular, preferencialmente autoinjetável. A venda de ampolas de adrenalina é proibida nas farmácias e a forma autoinjetável (muito mais facilmente utilizada) ainda não existe no nosso país.

Para que a Anvisa libere a comercialização da adrenalina autoinjetável no Brasil, a ASBAI – Associação Brasileira de Alergia e Imunologia está liderando a Campanha Adrenalina Brasil, em forma de abaixo assinado, que será encaminhado ao Ministério da Saúde. O documento já conta com mais de 8.000 adesões e está disponível no site da ASBAI para quem quiser contribuir. Participe!

 

Compartilhe